PRÓXIMOS JOGOS:

     ÚLTIMOS RESULTADOS:

RESULTADO HISTÓRICO EM SANTO ANTÓNIO

Imagem do jogo

Os juniores do União Micaelense na sua deslocação ao Santa Clara conseguiu demonstrar uma inteligência colectiva . O seu treinador Filipe Ferreira juntamente com os seus treinadores adjuntos: Pedro Mendonça e Henrique Cordeiro, tentaram durante a semana transmitir uma mensagem para ser colocada em prática no fim de semana frente ao Campeão actual de São Miguel nesse escalão, e segundo o seu treinador Luis Silva, "a melhor equipa dos Açores" (em directo para a RTP AÇORES - após resultado com o Angrense). Pois a Mensagem Psicológica e Técnico-Táctica-Estratégica foi colocada em prática dentro de campo pelos jogadores de juniores do Clube União Micaelense, juntos com alguns juvenis de forma perfeita. A sua equipa técnica reforça aqui, em escrito, a dedicatória desta vitória e os seus parabéns aos seus jogadores que foram os maiores protagonistas deste excelente resultado.

Falando do jogo propriamente dito, o União Micaelense contra a "melhor equipa dos Açores" apostou forte nos princípios de jogo: o Processo Defensivo, Transição Rápida Defesa-Ataque - Transição Rápida Ataque-Defesa, e Esquemas de Bola Parada. O Santa Clara apresentou uma boa posse de bola, mas sem a objectividade tal como é característica do desporto-rei em Portugal, ou seja, sem marcar golos e sofrendo um golo.

As maiores ocasiões do jogo pertenceram ao União Micaelense, onde ainda antes do seu golo madrugador colocou uma bola cabeceada à barra pelo atleta Rui Andrade após a marcação dum canto apontado pelo Miguel Pavão, chamado a selecção de São Miguel, recentemente.

O golo aparece em minutos seguintes através da marcação duma grande penalidade finalizada com êxito pelo atleta Paulo André onde engana o GR adversário colocando a bola para o lado contrário do movimento do nº 1 do Santa Clara.

Após o golo, o nosso adversário aumentou a sua intensidade, mas nada que conseguisse desfazer a nossa força psicológica. Conseguiram dois remates à baliza antes do intervalo.

Sabíamos que o Santa Clara ia entrar muito forte na segunda parte e foi divulgado no balneário pelo treinador Filipe Ferreira o feedback de reforço defensivo nos primeiros 15 a 25 minutos da segunda parte. Mas a verdade é que ao longo do jogo o Santa Clara só conseguiu apontar 4 remates, e só um deles dentro da área do GR do União Micaelense, João, num fora de jogo que o senhor juiz não assinalou.

Para além deste golo da vitória o resultado esteve perto de se alargar na segunda parte, devido a uma investida pelo corredor central de Paulo André e outra de Miguel Pavão pelo corredor lateral direito.

Desta vitória histórica, o Mister Filipe Ferreira sublinha a grande inteligência colectiva, o esforço físico e a entre-ajuda dos seus jogadores, onde a grande diferença das duas equipas em embate foi a Coesão de Grupo e o Amor pela modalidade e ao Clube União Micaelense.

A equipa de Arbitragem esteve no seu melhor apontando uma das melhores exibições da época. 

Notícia criada em: quarta feira, 05 de fevereiro de 2014 às 10:05